12 de agosto de 2015

Planejamento para economizar nesta Crise!

Na semana passada eu fiquei estática por alguns minutos observando o boleto do cartão de crédito que eu acabara de abrir.

Além do valor total estar muito alto, comprinhas do meu look para o niver do Gabriel, itens de decoração na Etna, Salão de beleza, posto de gasolina, etc e tal, me chocou a quantidade de compras em farmácia, sete compras com valor total superior a R$900,00. Eu achei aquilo simplesmente um absurdo e percebi que precisávamos mudar nossa maneira de comprar os produtos de uso mensal do mês do Gabriel. 

Detectei dois problemas: 
1 - Comprando os produtos do Gabriel de maneira "picada", eu precisava ir várias vezes ao mês à farmácia (o que é muito chato) e acabava comprando produtos de beleza para mim, os quais eu sequer tinha planos de comprar. Sem contar as vezes que tive de ir correndo comprar leite que havia acabado...

2 - Eu não fazia nenhuma pesquisa de preços e comprava, na maioria das vezes, na farmácia mais cara da cidade, simplesmente porque ela sempre tinha todos os produtos e era mais cômodo para mim.

Mas, eu estava errada e, com isso, estava prejudicando o orçamento familiar.

Resolvi que iremos comprar todos os produtos do mês em uma única compra e fazendo pesquisas de preço. Para isso, fiz um cálculo do quanto o Gabriel usa de fralda, leite e produtos de higiene.

Depois disso, fiz as cotações. Como vocês poderão ver, a farmácia que eu costumava comprar em BH, a Araújo,sempre tem tudo (e isto faz parte do objetivo do negócio deles, nunca faltar produto). Mas, os preços... Quanto dinheiro perdi!

Fiz a compra de fraldas e alguns produtinhos no site do Extra e o resto na Droga Raia. Mesmo pagando frete, compensa comprar as fraldas no Extra (fomos à loja física e não tem o mesmo produto e achei os preços mais caros.). Sem contar a comodidade de comprar online!

 Então, aqui em casa agora vai ser assim: comprando tudo junto para o mês todo e fazendo pesquisa prévia online antes de comprar. 

E também na mesma semana, o Jean fez sua primeira compra de supermercados online! Era um stress, de 15 em 15 dias esta coisa de supermercado. Ultimamente, ele estava indo sozinho e achava péssimo. Ele descobriu que existem dois supermercados que vendem online para Belo Horizonte: O Super Nosso e o Santa Helena. Testou primeiramente o Super Nosso, mas também vamos experimentar o Santa Helena, cujos preços achei muito bons.



 

Além de não ter de se deslocar para comprar e perder duas horas da vida (no mínimo) entre deslocamento e compras, o ponto forte da compra online é que você controla o valor total. Se está ficando caro demais, é só cortar alguma coisinha não tão essencial. Outra coisa muito legal da compra online é poder programar a data e período do dia para entrega.

E estávamos ansiosos para ver o resultado final, a entrega e os produtos. Foi super! A compra chegou extremamente bem embalada, nada amassado ou quebrado, os produtos de congelador e geladeira vieram em um caixa térmica e as frutas tinham uma qualidade incrível! Descobrimos que mais pessoas do nosso condomínio já compram assim.

Feliz em dizer que será muito, muito raro eu e o Jean entrarmos em um supermercado a partir de agora! Ganhamos mais tempo para desfrutar em família!

5 comentários:

  1. Achei interessante essa possibilidade de comprar tudo online. Deve facilitar muito, ainda mais quando já temos uma lista de marcas que costumamos comprar. Aqui na cidade onde moro não temos essa opção.

    Só não achei tão legal o fato das frutas/legumes virem embalados em isopor+plástico pois acho que acaba-se gerando mais lixo, mesmo que reciclável. Uma alternativa que estou começando a testar é a de cesta de orgânicos. Existem vários sites que entregam em casa (é só procurar algum que atenda a sua região) e pelo o que andei vendo a maioria entrega em cesta de vime retornável. Achei legal a ideia e a minha primeira cesta chega amanhã.

    Fico feliz de estar postando com frequência novamente. Gosto muito do blog. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo a respeito do isopor e plásticos!!! Sobre os orgânicos, tem uma loja onde eu compro tomate, morango, maça... Eu comprava tudo lá, porque fazia as papinhas, mas agora parei e também, Alyne, é muito caro! Tenho também os contatos das fazendas que entregam,mas o preço + frete compensava mais eu ir à lojinha. Mas, ficava desanimada com os preços que iam ficando mais caros a cada compra.Pesquisei que algumas frutas/legumes tem baixa taxa de contaminação por agrotóxico: banana, batata e abacate. Estes sempre compro normal, sem ser orgânico. Vou assim, tentando garantir custo x qualidade na alimentação. beijões!

      Excluir
    2. Realmente é muito mais caro do que nos supermercados. Aqui eu também vou alternando entre comprar normal e orgânico senão o bolso não aguenta. Achei interessante a ideia da cesta pela praticidade, mas com certeza compensa mais comprar direto na feira. Beijos!

      Excluir
  2. Dica incrível Kate, o site buscape sempre direciona pra loja com menor preço, muito legal essa ferramenta também! Obrigada, grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desde que você escreveu este comentário, tenho usado o Buscapé para procurar os melhores preços de fraldas! Obrigada!

      Excluir