9 de fevereiro de 2015

Fábrica de papinhas para um bebê guloso!!!

Hahaha, gostaram do meu título? Pois aqui estamos assim, fabricando no atacado! E o meu Gabriel come bem que dá gosto! Ele puxou o apetite do meu marido, que também era uma criança bem gulosa! Eu iniciei as papinhas no 6º mês (frutas no 4º mês) e já aprendemos várias coisas na prática. 

A primeira coisa que eu gostaria de falar para vocês é sobre a importância de ter utensílios bpa free. BPA é o bisfenol, substância tóxica que é liberada pelos plásticos e ninguém vai querer expor o filho a substâncias tóxicas, certo? Tenho notado que a maioria das marcas, mesmo as mais baratas, já estão fazendo coisas para bebê sem bisfenol. Então, quando for comprar copinho, prato, colher e potinhos, olhe se tem na embalagem: bpa free!!!

Principalmente nos potinhos para congelar ou usar no microondas. São nesses processos que o bisfenol libera mais para a comidinha dos bebezinhos. Eu pesquisei muito até encontrar o que considero ser o melhor potinho. É da marca First years, importado no Brasil pela marca Girotondo. Vende nas lojas online da Americanas, Submarino, Shoptime, etc. Fica mais fácil a busca colocando potes girotondo. Eu comprei os potinhos de 136 ml (indicado para 6 meses) em São Paulo, na PB Kids do Shopping Morumbi e comprei os potinhos de 233 ml (indicado para 9 meses) na Tool Box do BH Shopping.
Comecei usando os potinhos de 136 ml.Nos primeiros dias, ele não comia nem um pote inteiro. Logo notei que ele já aceitava 1 potinho e meio. Atualmente, estou mandando para a escolinha dois potes pequenos quase cheios ou 1 pote grande. Não encher até em cima, pois o potinho muito cheio não fecha legal.
Para a fábrica de papinhas ser mais funcional e dar pouco trabalho para a mommy, comprei um conjunto de mixer e miniprocessador maravilhoso e com precinho super bom, que é o Mixer Cuisine IBE 20 da Electrolux. Aqui em casa, todos os eletrodomésticos da cozinha e área de serviço são dessa marca!
Então, sem mais delongas, vamos às papinhas. A base de legumes e verduras para as papinhas está na foto abaixo. A papinha precisa ser colorida e ter alimentos de diversos grupos de alimentos. O pediatra é o mais indicado para passar cada grupo de alimento e a mãe faz o mix que preferir.
Não estou usando sal de jeito nenhum na papinha e vou tentar manter pelo máximo de tempo possível. Testei temperos durante este mês e o que fez a papinha ficar mais saborosa foi esse:

1 cebola + 1 bom punhado de salsa + 2 dentes de alho, batidos no mini processador. Esta misturinha dá para temperar as duas papinhas que estou mostrando neste post, coloquem metade do tempero em cada uma.
E aqui estão os ingredientes das duas papinhas:
Rendimento: 12 potinhos pequenos de papinha de frango e 6 potinhos grandes de papinha de músculo
O feijão foi cozido previamente e entrou nas duas papinhas. A primeira papinha levou músculo e tiramos todo o nervo, deixando a carne bem limpinha.

Passo a passo: 1 - refoguar a carne no tempero e azeite (só usei azeite porque aqui em casa só tinha óleo de soja e a pediatra falou que não era bom. Vou comprar o óleo de girassol para as próximas). 2 - acrescentar legumes, cobrindo com água. 3 - depois de cozidos os legumes acrescentar o feijão e duas folhas de couve picadas grandes (depois que cozinhar bem, tire a couve e jogue fora). 4 - amassar a papinha com o mixer, formando um purê grosso. 
E aqui está a papinha de músculo pronta nos potinhos de 236 ml.
ATENÇÃO: Dois vacilos que nós cometemos nesta papinha de carne: como eu não quis fazer o músculo na panela de pressão (comprovadamente perde nutrientes na panela de pressão), cozinhamos na panela comum, junto com os demais ingredientes. A carne não ficou durona, mas não ficou macia como eu gostaria. Na próxima vez devo cozinhá-la separadamente. Vou também perguntar a pediatra se posso usar patinho ou se músculo é realmente o mais indicado.

Ah, eu estou falando no plural "nós" é porque quem me ajudou foi a Nélia, velha conhecida de quem acompanha o blog. A Nélia mora com a família do Jean há mais de 50 anos, criou o Jean e irmãos com muito amor e agora ela veio morar com a gente! Não para trabalhar, mas para ser tratada como rainha! Porém, me dei muito bem com essa vinda, rsss. Eu e o Jean, na verdade. Porque a Nélia dá uma valiosa ajuda com o Gabriel, tem por ele o maior amor e ela é uma super cozinheira forno e fogão (quem já andou bem pelo blog, também sabe disso). Então, no quesito comer, estamos beeeeem! Inclusive, vou passar a fotografar alguns pratos que ela fizer para colocar no blog.

O segundo erro é que a cenoura ficou um pouco dura. Na papinha de frango, que fizemos depois, já cozinhamos a cenoura separada e passamos depois no processador. Coisa mais mara o tal de mini processador, deixa o legume picado do jeito que você quiser, em pedaços maiores ou bem pastoso!

Olha o trabalho bom que o processador faz no frango, desfia lindamente! In love por esse processador!
Não pude fotografar o início do cozimento dos legumes porque essa papinha ficou mais por conta da Nélia, pois, se não me engano, fui dar mamadeira para o Gabriel dormir.

Passo a passo: 1 - Cozinhar os legumes, cobrindo com água. 2 - Refogar o peito de frango no tempero e azeite e desfiar no mini processador (refogamos separado dos legumes).  3 - Depois de cozidos os legumes acrescentar o feijão. 4 - Amassar a papinha com o mixer, formando um purê grosso. 5 - Acrescentar o brócolis picado bem pequeno. 6- Acrescentar o frango desfiado.
Para congelar, estou usando uma metodologia que li em vários lugares que é esta: coloca a papinha quente no potinho e coloca todos os potinhos em uma forma com água gelada (ou pedras de gelo). Feito o resfriamento, pode-se colocar no congelador.
E aqui o meu estoque para duas semanas. Muito bom!
Para descongelar: você pode descongelar no microondas ou na panela. Eu não descongelo no microondas porque não tenho comprovação se faz mal ou não, então prefiro evitar microondas a todo custo.

Atenção: estes potinhos não podem ser fervidos, então, não pode ser no banho maria. Eu tiro o potinho logo de manhã e coloco em um pote com água dentro da geladeira para descongelar (isso aos finais de semana, porque durante a semana, os potinhos vão congelados na bolsa térmica para a escolinha. Se elas usam microondas lá, prefiro nem perguntar!...........). Depois coloco o conteúdo na panela, pingo um pouquinho de água e aqueço rapidinho.



Espero que as minhas informações sejam úteis para várias mamães! Bjoooooossssssss

10 comentários:

  1. Kate adorei o post. Logo,logo vou passar para essa fase papinha. Tenho uma perguntinha: porque você tira a folha de couve se você vai bater no mixer depois?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tirei porque li em algum lugar para tirar e também porque fiquei com receio de não conseguir picar a couve suficientemente pequena. Mas, pensando aqui, com o mini processador, eu consigo, vou rever isso. Fiz hoje um papinho e desfiei no mini processador e ficou perfeito! Ótima compra, viu?

      Excluir
    2. Silvani, olhei direitinho o porquê, é que verduras não podem ser congeladas, por isso tiro a couve, eu li, mas não lembrava mais o motivo, estava só fazendo no automático.

      Excluir
  2. Entendi. Obrigada pelo retorno.

    ResponderExcluir
  3. Oi Kate, adoro seu blog, faz uns dois anos que acompanho ele.
    Acompanhava você pelo instagram, mas como está privado não consigo mais te acompanhar. Tentei te seguir, mas você não aceitou.
    Que Deus abençoe muito sua familia!
    Bjos, Daniele Duda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniele, desculpe, mas não estou aceitando ninguém mesmo.
      Na semana passada, esse assunto rendeu algumas situações tão desagradáveis nesta mesma postagem, com comentários anônimos desaforados e tudo o mais. Acabei deletando todos os comentários relacionados a esse assunto de instagram, inclusive os das minhas amigas que me defenderam, porque o assunto foi longe demais e é um absurdo as pessoas me atacarem porque quero manter meu instagram privado. Me desculpe, não é nada pessoal, é só uma decisão de não aceitar ninguém de modo geral.

      Deus abençoe você também e desejo muita felicidade a você e sua família. Beijos!!!

      Excluir
  4. Olá, boa tarde me chamo Ana fiquei encantada com o video do quarto do bebê gostaria de saber como posso ver as lojas do painel dos ursos,quados..tudo tao lindo,desde de já agradeço, obrigada e parabéns.. Muito lindo o quarto...Att.:Ana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A loja se chama Rita Hosken e tem site. Custou um pouco mais de R$1.500,00. Tenho um post com todos os fornecedores do quarto aqui no blog.

      Excluir
  5. Kate, muito obrigada por suas valiosas dicas. Sou mãe de primeira viagem e meu pequeno Cauã está com 6 meses. Estava um pouco perdida no preparo das papinhas, mas agora com sua ajuda não estou mais. Grande beijo em vc e na família!!

    ResponderExcluir