21 de abril de 2013

Sabedoria para brigar e fazer as pazes


Algumas vezes, é inevitável uma discussão ou uma briga em um relacionamento. Por mais que se amem e convivam bem, as pessoas divergem sobre algum assunto, de vez em quando. Mesmo os casais mais sintonizados passam por momentos de tensões. Mas, até em um momento de tensão e de discussão, é preciso saber administrar a situação, para não deteriorar a relação. Este é um grande segredo dos relacionamentos duradouros: ter a sabedoria para brigar e para fazer as pazes. E existem algumas regrinhas de ouro que podem ajudar os casais a driblarem os momentos de crise:

Evite a todo custo a discussão
Começou a tratar um assunto com seu companheiro e o outro se alterou? Não prossiga. O maior erro das pessoas é continuar a argumentar quando uma discussão começa a ficar acalorada. O outro pode ter chegado em casa estressado por algum problema e qualquer coisinha o deixará alterado. Saiba o momento certo de conversar com quem você ama. Entenda o momento do outro. Saia de perto, postergue a conversa, espere o momento adequado. Isso é ter inteligência emocional. Enquanto você estiver de cabeça fria, é a hora de fazer uma saída estratégica, pelo bem da relação. Depois, com os ânimos menos exaltados, um assunto que foi polêmico em determinado momento, fluirá com muito mais naturalidade e tranquilidade.

Não revide quando o outro se exalta
Não houve como sair da discussão? Então, não revide, não tente gritar mais alto, não lute para mostrar que é o dono da razão. Casais que vivem em crise, quando costumam brigar, tendem a trocar ofensas, relembrar erros do passado (os quais já foram superados e deveriam continuar enterrados) e exaltam-se um com o outro como se fosse verdade que "quem grita mais, é quem tem mais razão". Ninguém ganha com essa situação, só aumenta o abismo que está sendo construído aos poucos entre duas pessoas que um dia prometeram que seriam felizes para sempre.

Jamais discuta na frente de crianças
Crianças são pequenas almas delicadas. Já viu a reação de uma criança diante de uma discussão? Os olhinhos ficam arregalados, um misto de susto e medo, a criança se encolhe e chora; a discussão fica na sua cabecinha e é difícil para ela esquecer. Preserve seus filhos, seus sobrinhos, seus irmãos menores de assistir uma discussão. Além de marcar a criança negativamente, você estará dando um péssimo exemplo de má-conduta para uma pessoinha que ainda não tem o discernimento de qual é a maneira correta de agir. Não deixe que o grito e o falar alto seja natural para essa criança ou ela também passará a falar em tom alterado com você, como se isso fosse normal; afinal, você ensinou isso a ela.

Imponha-se e exija respeito
Durante uma discussão, a parte que se altera primeiro pode vir a dizer palavras ofensivas e desrespeitosas para a outra parte. Não permita. Interrompa o outro e diga que ele o ofendeu e o está desrespeitando. Deixe isso claro e diga que não aceitará falta de respeito. Sabe por que você precisa fazer isso imediatamente? Porque se você aceitar a ofensa por uma vez que seja e, pior, se ofender de volta, o respeito no seu relacionamento será minado aos poucos e, um dia, vocês verão que o respeito acabou, assim como a história de amor de vocês. Porque o respeito é tão importante quanto o amor e vocês devem prezar por isso todos os dias.

Não durma sem fazer as pazes
Bem disse o Padre Zezinho em sua linda música 'Oração da família': "Que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar seu perdão". Sábio padre, sábias palavras. Fazer as pazes ao dormir é talvez o maior segredo de um casal que vive eternamente junto e feliz. Porque, fazendo as pazes no mesmo dia, tudo fica bem, não se acorda de cara virada, não é necessário passar dias sem conversar ou somente trocando as frases estritamente necessárias. Quando o casal que se ama muito briga, o que ambos mais querem é fazer as pazes logo; mas, muitas vezes, eles estão sem graça de dar o primeiro passo. Pedir perdão é muito difícil. As pessoas não gostam de dar o braço a torcer, sentem que é uma humilhação pedir perdão, porque acham que também estão certas sobre os motivos da briga. Mas, pedir perdão é a coisa mais bonita que existe; e ninguém deveria se envergonhar disso. Igualmente sábia é a decisão da parte que foi ofendida ou que estava correta, de tomar a iniciativa de fazer as pazes. Seja sensato (e porque não dizer, superior) e dê o primeiro passo para fazer as pazes antes de vocês irem dormir. Faça isso e verá que o outro pedirá desculpas, que tudo ficará bem e assim evitarão uma noite mal dormida e agravantes no dia seguinte.

Saber amar é muito fácil, é só seguir o instinto e a natureza da vida. Saber brigar e fazer as pazes é uma arte a ser aprendida e, eu garanto, os casais que envelheceram juntos dominaram essa arte e seguiram essas regrinhas de ouro dos relacionamentos bem sucedidos.


16 comentários:

  1. Por mais que a gente se ame, a convivência não será sempre um mar de rosas, mas se tem uma coisa que acho feio é casal que discute para que todos os vizinhos ouçam, acabo tendo vergonha alheia.
    Aqui tbm temos umas briguinhas de vez em quando, mas ninguém precisa ficar sabendo né, resolvemos por aqui mesmo e morre o assunto.

    bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Val, eu sou suuuuper contra bafão para platéia! Gritaria então, neeeem pensar!

      Excluir
    2. Pois Val, me envergonhei agora ao ler seu comentário... Vim nesse site, buscar uma solução para justamente isso. Meu marido nas discussões chama a atenção dos vizinhos mesmo, grita alto, faz escândalo mesmo, eu peço calma... não respondo... falos dos vizinhos, mas não tem jeito é descontrolado... eu não sei o que fazer. Muitas vezes tbm já descir com ele ao mesmo nível... hoje com mais sabedoria me tranco no banheiro até ele parar de gritar.

      Excluir
  2. Realmente um casal não estará em harmonia sempre. Eu e meu esposo já discordamos algumas vezes de alguns assuntos. Nestes momentos, mais uma vez nós mulheres, temos que ter muita sabedoria, muita mesmo. E como a Kate postou, nunca ir dormir sem fazer as pazes.
    Muitas vezes tanto o homem quanto a mulher querem resolver algum assunto pendente na hora errada. Até com isso temos que nos preocupar, com o momento certo de iniciar uma conversa. Caso contrário, o resultado pode ser uma discussão.
    E outro dia ouvimos na Igreja, que nem sempre aquele cede é o mais fraco.

    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu levo super a sério esse negócio de fazer as pazes antes de dormir. Eu e o Jean raramente nos desentendemos neste 3 anos casados, mas, outro dia, rolou um stress e mesmo o Jean estando errado (claro que eu não ia estar errada, não é? Hehehe), na hora de dormir eu falei: amor, vamos fazer as pazes!

      É a melhor coisa do mundo! Acaba o problema na hora!

      Excluir
  3. Esse blog tá cada dia mais delicioso de se ler..
    Parabéns lindona!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Linda!!! adorei o post para casal, mas passei a tarde viajando com vc nas suas viagens, muito legal, lindo seu vídeo de gramado, viajei para Gramado no inicio de abril, passei 4 dias maravilhosos lá, fui com minha irmã, pois marido não estava de férias. Agora em julho vou para SC, Balneário, Beto Carreiro para comemorar 6 anos de casados com muita alegria. rsrs
    Você é uma mulher linda e inspiradora. Deus abençõe.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, Manuh, coisa boa este comentário! Tem dia que a gente está desanimada, hj eu estava. Li seu coment e mudei minha vibe. Thank you!!!

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oi Kate. Uma vez um amigo meu falou assim "eu já falei com a minha esposa, aconteça o que acontecer, não se dorme separado em casa". Eu já vi muita amiga minha falando que brigou e que falou para o marido dormir no sofá e que ela passou a noite chorando. Já soube de casos que a esposa jogou aliança no marido, enfim...
    Bom, depois que eu escutei essa frase do meu amigo, eu levei pra minha vida. Nunca, mas nunca iria mandar meu marido dormir fora da nossa cama por qualquer desentendimento. A gente discute e faz as pases em seguida. Se eu choro por algum problema, a gente se abraça. Ter um desentendimento é inevitável, mas podemos evitar a maioria deles, cedendo, entendendo...
    Eu e o Marcos temos um relacionamento maravilhoso, nunca levantamos a voz um para o outro, nunca nos desrepeitamos, nunca brigamos ao ponto de ficarmos sem nos falar. E espero que seja assim pra sempre, um poço de companheirismo!
    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Acabo de conhecer seu blog, e adorei ler isso, estou a menos de 2 meses casada, e de vez em quando rola briguinha, logo eu que não gosto de dá o braço a torcer(ele tbm não) e ja fui dormir sem fazer as pazes, adoreii mesmoo!!

    ResponderExcluir
  8. Tenho 22 anos de casado e sempre que surge um desentendimento entre eu e minha esposa, normalmente é por questão sexual, gosto com frequência e ela nem tanto, talvez no maximo uma vez por semanda ja é o suficiente pra ela. não gosto da situação mais parece inevitável, sou muito de declarar e ela parece muito orgulhosa.b jos

    ResponderExcluir
  9. tenho tido situações embaraçosas com meu esposo mas gosto muito dele só que já magoamos muito um ao outro será que devemos insistir nessa relação não sei o que e pior sair pra viver minha vida ou ficar sem ele.

    ResponderExcluir
  10. Meu marido me chamou de relaxada pq a naninha da nossa filha sumiu na escola. Ou seja, não tive culpa alguma, mas ele acha que tudo é culpa minha. Acabei me exaltando e xingando ele. Nós raramente brigamos, mas tem hora que não dá pra tolerar. Fiquei com mta raiva de ele ter me chamado de relaxada e não tava nem um pingo a fim de fazer as pazes com ele, por mim eu ficava sem olhar pra cara dele um tempão. Estou escrevendo isso pq faz uns 3 dias que brigamos, estou sem falar com ele, mas to achando chato já essa situação, ele não dá o braço a torcer, mto menos eu, mas eu queria que tudo se resolvesse, mas não sei chegar nele e falar sobre isso pq ainda estou com mta raiva, pq sempre tento agrada lo, fazer as coisas certas e parece que ele não tá nem ai.Sei que não sou a melhor esposa do mundo e nem ele o melhor marido do mundo, mas não mereço ser rotulada assim. Me digam, como faz pra chegar numa pessoa pra fazer as pazes mas que na verdade vc quer é esgana la rs

    ResponderExcluir
  11. Eu lamento muito por meu esposo não me respeitar e me admirar como uma mulher batahadorar e que até então sempre quis estar ao seu lado apoiando e sendo o seu braço direito,sua conselheira e amiga,infelizmente tudo nessa vida é passageiro,eu gostariavde ter mais tempo para estar ao seu lado. Simplesmente por ter aprendido a te amar.Talvez isso não seja importante para vc.Desculpe se não fui suficientemente boa e perfeita para vc.Eu sempre quiz ser livre, o meu dia perfeito, seria em uma cachoeira,aproveitando a natureza,

    ResponderExcluir