14 de janeiro de 2013

Lua de mel em Paris - o que você precisa saber

Prometi a mim mesma que não completaria 3 anos de casada sem fazer o meu álbum de lua de mel. Definido isso, sentei e fui selecionar e editar as incontáveis fotos. E graças à minha decisão, nasceu este mega post diário de viages Paris! Obaaaa!!!

Olha, existem milhares de lugares legais, lindos, divertidos, românticos para se passar lua de mel, mas, para mim, nenhum lugar é tão romântico quanto Paris! São tantos lugares para ir, tanta coisa para fazer, ver e experimentar... Na minha opinião, the best honeymoon!

Então, vamos ver o que eu tenho de bom para contar para vocês e, principalmente, quais as dicas tenho para passar para as que planejam em ter uma lua de mel neste sonho de lugar!



Eu sou completamente contra ficar em um lugar bonitinho, barateeenho, mas localizado lá onde Judas perdeu as botas, longe de tudo, fora do eixo; onde, além de se gastar bem mais com transporte ainda se perde um tempo precioso da viagem. Em Paris vocês têm de ficar em um hotel perto das atrações e, colado no metrô. Ter uma estação de metrô perto é essencial!

Uma coisa que vocês precisam ter clara na cabeça é que, em Paris, vocês sempre irão pagar muito mais caro do que em outras capitais e sempre estarão pior acomodados. Os quartos são pequenos e o preço de 2 estrelas corresponde a 3 ou 4 estrelas em outra capital. Por aí vai. Então, das duas uma: ou vocês desestressam e ficam bem localizados, mas em um hotel nem tão assim ou pagam horrores e ficam em um top. Lembrando sempre dessa regra de ouro: location, location, location!

Existem algumas regiões que eu gosto mais e algumas que também são boas de se hospedar:


Boa e em conta
Bastilha (região do Marais) é uma região tranquila, localização ok e duas pessoas que já foram inúuuumeras vezes (meu médico e um dos padres mais respeitados de BH) ficam sempre na Bastilha. Os preços são bem melhores e as acomodações são boas.

Boa e da balada
Saint-Germain-des-Prés e Quartier Latin são dois bairros de vida noturna intensa, da boemia. Saint-Germain-des-Prés possui vários hotéis de 4 estrelas com um preço razoável e Quartier Latin é mais informal

Chique e bem localizada
Champs Eli é uma região muito boa. Tem de tudo por perto, é bastante chique, restaurantes, lojas. É um lugar que vale a pena, apesar de não ser o mais central.
Gosto muito
Ópera, Place Vêndome são lugares muito bons, perto de várias atrações, região nobre e, na cara do gol para quem quer comprar e ir à Ópera. 

The best for me
A região da Tulherias para mim é a melhor. Central, glamourosa, perto de todos os pontos interessantes de comprar e comer, luxo, luxo, luxo! Ah, sem deixar de mencionar: caro, caro, caro!

Ilusão
Ficar perto da Torre Eiffel pode ter o seu glamour, mas é longe de tuuuudo! Isso precisa ser levado em consideração. E, por causa da torre, os preços são altos e os hotéis não são assim tão maravilhosos.


Super fácil de andar, tranquilo de entender os mapas, a gente usava metrô todos os dias! É uma ótima experiência, eu adoro andar de metrô, é onde vocês tem a oportunidade de ver o cotidiano dos moradores da cidade mais de perto. Ainda em transportes, uma boa pedida para se deslocar do aeroporto-hotel-aeroporto são as shuttles. Preço bom, pontualidade, sempre que possível, uso este serviço. Na internet você sencontram várias opções, é só digitar Paris shuttle.



Eu sempre faço seguro saúde, sendo obrigatório (caso da Europa) ou não. E a foto abaixo é para mostrar para vocês o maior (e graças a Deus único) perrenge da minha vida de casada. Esta foto foi tirada exatamente após nós sairmos do hospital. Quem vê minha cara abatida pensa que eu é quem estava doente, mas na verdade foi o Jean. 

Ele passou mal com dores abdominais fortíssimas bem no meio de uma madrugada de um sábado. O suporte do seguro saúde foi perfeito, tivemos toda a assistência de médico e enfermeira no nosso quarto, no dia seguinte fomos para o hospital e tudo sem desembolsar um euro. Foram 17 horas até que eles conseguissem diagnósticar o que ele tinha (pedra nos rins) porque os exames dele estavam acusando valores muito alterados no sangue e estavam difíceis de interpretar. Bem, não vou entrar em detalhes, a história seria longa, mas das 17 horas, consegui ficar 15 sem chorar, kkkkk. E as famílias no Brasil apavoradas. De tudo, ficou uma boa experiência de vida e a certeza de que posso confiar no seguro GTA (faço propaganda meeeesmo, porque foi excelente para nós!). Só faço seguro com a GTA e recomendo.



A cada esquina existe algo relevante, vou dar uma lista boa, básica, praticamente essencial. o ideal é separar em regiões, para não cansar. Quanto tempo ficar? Acho 4 dias super pouco, pois, ao contrários de outras capitais nos quais 4 dias é mais do que suficiente, Paris tem muita coisa para fazer. Sete dias inteiros é o ideal para conhecer bem (foi o tempo que ficamos na cidade). Segue um mapinha com os pontos mais relevantes:


A Torre e arredores

A torre é um lugar para voltar algumas vezes no decorrer da viagem. E vocês verão que não é um lugar que não se enjoa de ir. Porque tem sempre algo rolando de diferente, seja de dia ou à noite. O ideal é ir com tempo, passear pelo Trocaderó, tomar um café (lá no Trocaderó tem tipo uma galeria com um café com vista para a torre, fácil de achar, bem perto da saída do metrô), sentar no gramado de frente para a torre e... Se estiver animado, pegar a fila para subir. Sem chance de eu pegar aquela fila. Uma saída é ir ao restaurante da torre. Tem-se a vista (não tão do alto) e um almoço ou jantar bacanérrimo.


Trocaderó





Invalides

Após sair da torre, caminhar pelo Camp de Mars e passar pela École Militaire, é hora de visitar a bela construção da Invalides. Aí, vocês decidem o que fazer a seguir: entrar na Invalides, seguir para a Ponte Alexandre III, visitar o museu Rodin ou ir mais adiante e visitar o Museu. Opções não faltam, não é?


Ponte Alexandre III, Petit e Grand Palais

Estes  três pontos turísticos ficam pertinho e valem a pena de serem vistos. Nos palácios sempre há um evento legal, como desfiles de moda. E a ponte rende fotos lindíssimas!



O Rio Sena

Ah, o rio Sena, tão lindo! Corta a cidade ao meio e está sempre por perto. Vale a pena passear pela margem, fazer um passeio de barco ou até mesmo ter um jantar romântico em um dos inúmeros barcos que oferecem este serviço. O preço de um jantar é sempre overpriced, comparado com outras capitais da Europa. Mas, é romântico, sem dúvida.


O Arco do Triunfo

Já falei que esta região do arco + Champs Élyseé  é uma das mais chiques da cidade. Visitar o arco é muito leal, a vista de cima é ótima, mas eu não volto lá nunca mais! Rss. É uma escadaria sem fim, sme patamares para descanso, apertada, sufocante. Nem dá para desistir no meio do caminho, pois tem mais gente subindo atrás. Nossa, que sufoto, no pain, no gain!  Ao chegar no alto, existe uma sala com vários sofás para as pessoas recuperarem o fôlego. Depois, tem-se a vista 360º da cidade como prêmio. Preparem-se para os degraus!

Os Jardins

Ahhhh, os jardins, as praças e os parques de Paris serão alguns dos melhores lugares que vocês irão visitar na lua de mel. São tantos e tão lindos: Tulherias, Place des Vosges, Luxemburgo, pracinha atrás da Notre Dame, só para citar alguns! Resevem tempo para eles.



O Louvre

O museu do Louvre é uma riqueza! A arquitetura é divinal e as obras de arte são tesouros, literalmente. Vocês precisarão de no mínimo metade de um dia para fazer uma visita superficial, porque é muuuita coisa para ver no interior e exterior do museu. Eu aconselho uma visita guiada particular. Me desculpem, não quero ofender quem gosta, mas eu não gosto  de passeios em grupos grandes, principalmente em museus. O ticket para entrada do museu pode ser facilmente comprado (e sem filas) em diversas maquinas espalhadas pelo hall de entrada.

Não espere muito da Monalisa, para não se decepcionar. Sem discutir aqui a importância da pintura, o quadro em si é muito pequeno (vide foto do Jean abaixo) e, nas paredes do mesmo salão da Monalisa existe outros quadros enormes e, para mim, com grande relevância.


Notre Dame

A Notre Dame é uma delícia de conhecer. A fachada frontal é mais certinha; já as laterais são todas cheias de gárgulas, dão outro clima. A fachada posterior, na minha opinião, é mais bonita do que a frontal. E tem um jardinzinho lindo no fundo, uma pracinha na verdade, onde Carla Bruni e Owen Wilson conversam no filme Meia noite em Paris. Notre Dame e arredores posso dizer que conheço bem. Primeiro porque andamos por toda a ilha à pé no dia em que fomos conhecê-la (se não quiser fazer este trajeto, tem metrô que pára pertinho, mas a ilha é linda); depois porque, no dia em que o Jean estava no hospital e enquanto aguardávamos os exames ficarem prontos, eu fui sair para respirar, comer, chorar com minha mãe ao telefone e rezar. Aí, rodei muito pelos arredores (ah, a catedral era ao lado do hospital...), assisti até um pedaço de um show popular em uma tenda na praça da igreja e, por fim, fui rezar com todo o fervor para que, quando eu chegasse naquele hospital, o Jean estivesse diagnosticado e liberado. 

Ás 18:00 h, o órgão da igreja começou a tocar uma música bem diferente (para não dizer sinistra, climinha típico do filme do Corcunda de Notre Dame). Era a missa que começava. Também era a hora em que os exames ficariam prontos. Voltei para o hospital e... Deus me concedeu sua benção e o Jean já estava vestido com sua roupa normal e me aguardando para irmos embora!!! Como sempre, Deus comigo!
 


 A Ópera

A região das ópera é uma das mais movimentadas. Além da Ópera ser linda e estar sempre cheia de turistas, a região é abarrotada de lojas e centros comerciais. Este é o lugar!!! A ópera tem visitas guiadas e vários espetáculos em cartaz. O site da Ópera é http://www.operadeparis.fr/. Tickets também podem ser comprados aqui: http://www.parisopera-tickets.com


A Sorbone e o Panteão

Não são lugares obrigatórios, mas ficam super perto do Jardim de Luxemburgo (que é obrigatório), então valem a pena dar uma passadinha e ver o panteão e a famosa universidade Sorbone.



Andar pelas ruas sem roteiro 

Ahhh, este é um dos programas mais legais para se fazer me Paris. Nós andamos muito e, por isso, temos uma visão ampla da cidade. É divinal passear sem pressa e sem destino por uma cidade tão linda!



Confesso que, na lua de mel, não estávamos nem um pouco a fim de balada, curtíamos mais jantares românticos e namorar, então, não posso dar nomes de baladas. Fomos sim, à tradicional Moulin Rouge e conhecemos a região do Pigalle. É  uma região muito louca. Ninguém baixo nível te aborda não, mas tem museu erótico, sexshops por todo o lugar e algumas boates calientes. Acho que é uma experiência interessante! 

Outro show muito tradicional e glamouroso é o Lido. Mas, se você quer realmente uma baladinha, sugiro uma leitura nos artigos sobre baladas em Paris nests links do Conexão Paris e do Dicas de Férias.



Em Paris, comer é uma atração turística! Nunca comi tão bem como em Paris. Cada dia almoçamos e jantamos em um lugar diferente e comemos de tudo, japonês, massa, carnes, pato, muita comida tipicamente francesa, batatas maravilhosas... Na Europa, e em Paris não é diferente, tem o que o Jean chama de combo: uma pacote que os restaurantes fazem com preço fechado para entrada, prato principal e sobremesa, com várias opções, além da opção de escolha de pratos individuais. No horário do almoço é sempre mais barato. O vinho (essencial, não é gente, estamos na França) é oferecido nos restaurantes em garrafa, meia garrafa, taça e umas jarrinhas de diversos tamanhos e para todos os bolsos.

Vamos às dicas:
  • Não deixem de ir almoçar ou jantar na avenida Champs Élysées. Sentar na calçada é mais caro do que na parte interna do restaurante, mas permitam-se esta despesa extra (prefiro dizer investimento)!
  •  Nos modelos combos, come-se bem a partir de 14 euros por pessoa (vinho incluído).
  • Sempre damos 15% de gorjeta. Não vem na conta, vocês dão, se quiserem. 15% é bastante, pode dar menos; nós nos sentimos confortáveis com este valor, principalmente se o atendimento é bom.
  • O melhor sorvete da cidade é o Berthillon.
  • Vá a loja Ladureé, são várias espalhadas pela cidade, comer macarrons. São caros, mas, é Paris!
  • O jantar no rio Sena é bem legal, apesar de ser o mais caro da Europa nesta categoria.
  • Sentar nos cafés e experimentar todos os doces que puder.
Agora vamos aos restaurantes para um jantar de arrasar (preços $$$$, ou seja mais de 200 euros por pessoa). Acho sempre prudente reservar com antecedência:
  • Le Bristol - localizado dentro do hotel Le Bristol, divino, pena que a hospedagem lá é tão cara!
  • Le Jules Verne - é o restaurante da torre Eiffel. Só o lugar já vale a pena! Aliás, segue o link de todos os restaurantes da torre:  http://www.restaurants-toureiffel.com/ (com preços!).
  • Le Cinq - Luxo, luxo, luxo. Fica no hotel Four Seasons na famosa avenida Georges V.



Quem já me conhece de mais tempo aqui do blog, sabe que eu adoro comprar em viagens! Por mais que seja euro, ainda vale a pena comprar lá. Quando o Jean ficou doente, a primeira frase que o meu pai me falou foi: pára de comprar! Sábio conselho, porque eu não sabia o que viria pela frente, se ia precisar ter gastos. Assim que ele teve alta do hospital e ficou tudo bem, eu não quis passear no dia seguinte. Quis ter um dia de compras para desestressar do aperto que eu passei! Rsss, aiai... Vamos às dicas??? 
  • São três regiões legais para comprar que eu acho: a Champs Elyseés, A Saint Honoré e a região da Ópera, sendo esta última a mais legal pela sua diversidade (grifes famosas e fast fashions). Na região da Ópera estão as Galerias Lafayette e o Printemps, com todas as lojas de grifes. Nós íamos nesta área todos os dias, praticamente. Nos arredores estão todas as lojas fast fashion, H&M, Mango, Zara, até C&A tem lá. 
  • A Zara, na minha opinião, é a melhor fast fashion, tanto para homem, quanto para mulher.
  • Duas lojas ótimas para roupas de homem são a Celio e a Uniqlo. A Uniqlo é uma big rede japonesa e tem roupas para mulheres também. Muito boa! Tem Celio na Champs Elyseés e perto da Lafayette.
  • Vale a pena ir na Swarovski da Champs Elyseés e fazer o maridão te dar um presentinho, um colar ou brinquinho básico, hehe.
  • Se tiver condiçõe$$$, a França é a casa das bolsas Louis Vuiton, Céline, Goyard, Hermés, Chanel.
  • Não deixe de comprar naquelas típicas lojinhas de confecções francesas, roupas, bolsas, sapatos, os preços são bons!
  • Cosméticos franceses, este é o lugar. Mas, pesquise exatamente o que quer antes de viajar, eu fiquei perdida por lá em meio a tanta coisa tudo escrito em francês e não sabia definir qual creme seria ideal para a minha pele.
  • Vários brechos na região da Ópera, onde você pode compar sua bolsa de grife vintage! 


Por fim, talvez a minha melhor dica:  não faça um roteiro carregado, isso é, cheio de coisas para fazer o dia todo, inúmeros lugares "must go". Não...Pense que vocês estão de lua de mel, desacelere e priorize o tempo de namorar, de sentar para comer e ficar um tempão, de sentar em um jardim e esquecer da vida! Namorar, estar juntinho e curtir a dois este momento deve ser a temática desta viagem! Aproveitem!!!


Bon Voyage!!!



40 comentários:

  1. Muito inspiradora essa viagem, amei os detalhes e dicas.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Muito legal.. obrigada pelas dicas. Adoro seu blog assim: falando o que dá na telha!!! heheh ...bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb, Rafa, é muito legal ter essa liberdade e postar de tudo!

      Excluir
  3. Oi querida que lugar maravilhoso e como desejo conhecer Paris... nossa amei cada foto em lugares diferentes e deu pra conhecer um pouco Paris.... minha lua de mel foi um horror em casa de sogros no interior,fiquei la por uma semana e como era vespera de natal,todos queria ficar na casa e por fim foram e estragaram minha lua de mel... ah que raiva.... hoje tenho 15 anos de casada e até hoje não esqueço disso,rsrsr... estou bolando uma viagem com meu marido.... mas ele não gosta muito de viajar,a não ser que seja casa de parentes... ah que raiva,rsrsr... mas to tentando mudar ele...rsrsr bjinhos querida conheça minha história sobre ter um filho... bjs fik com DEus.....Oie... lindinhas.... eu não sei o que houve com meu blog.... pq deu um pane geral nele,acho que foi devido eu tentar mudar de endereço do blog... e pra minha sorte eu fiz um Downloads antes das postagens e salvei todas minhas postagens...ufa!!
    E daee eu fiz um blog novissimo e graças a Deus coloquei as postagens antigas com os comentarios de todas vcs... mas no final das postagens meu marido fechou sem querer o meu blog e perdi os ultimos comentarios de vcs... por favor amigas... divulguem meu bloguinho... não quero perder vcs... por favor!! snif!! me ajudem e me seguem por favor... vcs são muito especiais pra mim... amo vcs... é aqui que conto tudo,é aqui que choro,e dou risadas com vcs... por isso resolvi colocar o nome do meu blog de (Diario da Rô),pensei repensei no nome,achei bem propicio pra expor minha vida com todos vcs... conto com vcs heim... perdoe me o constrangimento!!..bjs no coração!!
    vou seguir vcs com muito carinho!!..
    valeu o carinho!!

    Link do meu novo bloguinho http://rodelova.blogspot.com.br/

    bjs fik com DEus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rosana, dá uma pressão no marido e façam uma 2ª lua de mel, aqui no Brasil tem mta coisa legal para ver. Sugiro Gramado!

      Excluir
  4. Já salvei o roteiro, Kat!
    Das capitais da Europa, Paris é a que faz meus olhinhos brilharem, mas também tenho muito vontade de conhecer o interior da Itália.
    Adorei as dicas!!!
    Beijosssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu e o Jean também temos plano de um dia irmos à Itália, fazer o país de carro. Mto legal. Mas, fica mais para a frente, não é uma prioridade agora.

      Excluir
  5. Mandou superrrrrrrrrrr bem nesta postagem!
    Apesar de eu viajar muito, ainda não conheço Paris, e fico louca para ir, tipo assim, amanhã! Rsss... Mas acho que minha ansiedade é tamanha que não vou guardar para a Lua de Mel. Mas com certeza, excelente destino!
    Adorei a qualidade do post!

    ResponderExcluir
  6. Post maravilhoso!!Melho que muitos guis por aí!!
    Com certeza deve ter sido muiiiiito tenso o que aconteceu com o Jean...já aconteceu com meu marido no início do casamento e bota perrengue nisso...
    Bjus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perrengue mesmoooo. Mas, também achei uma boa experiência de vida! Beijos, querida!

      Excluir
  7. Ótimo post, ótimas dicas!!
    Inspirada por Paris, que tal vc nos presentear com um post sobre NY... Hehehe
    É que vi que vc já foi e eu e meu marido vamos em abril, preciso de dicas preciosas kkkkk


    Bjs

    Clarissa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe, Clarissa, que eu já fiz um diário de viagem de NY pelo orkut? Mas, nem tenho mais, nem salvei... Nossa, um diário de New york é uma coisa muito enorme de fazer. Mas, vou fazer um pequeno, ok, com dicas bem específicas. Vamos combinar que antes da sua viagem eu faço. Não vai ser por esses dias porque estou muito apertada no trabalho, com viagens e reuniões. Mas, eu farei algo pequeno, mas relevante. Beijosssss

      Excluir
  8. AMEII, post super esclarecedor pra quem deseja fazer uma viajem inesquecível dessas, fotos lindas.. amei tudo..

    Beijão, passa na minha casinha: http://casinhadacamy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, fui lá, mas muito rapidamente, porque estava em SP. No final de semana, quero ver com calma.

      Excluir
  9. NNNNNNNNNNNNNNossa Kate que sonho de lua de mel,adorei tudooooooooooooooooo.Kate conheça minhas duas filhinhas a Nina e a Melody.BEIJINHOS E OBRIGADA
    http://filhasdequatropatas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu ameeeeei o seu, querida Carmem! Vi ontem, muito rapidinho no hotel, mas estava cansada (ainda estou) então vou ver melhor no fds. Quero seguir o seu blog e o da Camila. Bjosss

      Excluir
  10. oi, bem..virei adepta ao seu blog a pouquinho tempo, sou recem casda e tenho somente 2 meses de um casamento muito feliz, mais meu maridinho tem me cobrado bastante sobre o album da lua de mel!! Como vc esta fazendo para organizar?
    bjus

    Michelle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, Mi, eu trato minhas fotos em vários programas, depende do uso e efeitos que eu quero. Para este álbum, está funcionando super fazer as montagens e edições no Picasa. Depois disso, pensei em revelar e colocar em um álbum ou inserir em um fotolivro com material de bom acabamento (porque tem uns foto livros por aí que são bem vagabundos). Ainda não decidi. Beijos e aproveite esta fase de início que é uma lua de mel diária!

      Excluir
  11. Maravilhosas sua dicas,tudo tão detalhando,parabéns pelo
    capricho com o post,ficou lindo.
    Bjinhus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Tami! Beijo! Depois vou lá te visitar.

      Excluir
  12. Kate, sua lua de mel foi um sonho!
    Amei o post! Fotos lindíssimas. A última, sua e do Jean merece um poster!
    Bjocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, pensei em fazer um tipo de poster. Mas, depois desisti, vou fazer outros trabalhos com fotos aqui em casa. Beijos!

      Excluir
  13. Nossaaa....arrasou no post!! Arrasou nas dicas!!!
    bjussss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E vc e a Juliana arrasando direto no insta! Adooooro!

      Excluir
  14. Amei o post, as dicas, as fotos... Me caso em novembro e estamos planejando a lua de mel em Paris, vc me deu ótimas idéias e fiquei com ainda mais vontade de ir logo, rsrs... Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que máaaaaaximo! Vai se divertir horrores por lá! Novembro chove na Europa, então, faça um roteiro adaptável e aproveite os dias de estiagem para fazer as coisas ao ar livre e os dias de chuva para museus, galerias de lojas, etc. Mas, desejo do fundo do coração que não chova nem um dia na sua lua de mel!!!

      Excluir
  15. Kate que ótimas dicas, facilita muito para quem não tem a menor ideia de onde ficar e como aproveitar bem o tempo. Tem um livro que eu li ainda na adolescência: Desirre. Que conta a história da jovem que foi noiva de Napoleao , tem um filme antigo mas lógico o livro é muito mais detalhado, é na verdade um diário dela.

    Um grande abraço, um ótimo dia para vc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, não conhecia este livro. O meu livro preferido também é francês: As ilusões Perdidas, de Balzac.

      Excluir
  16. http://www.morenailpolish.com/2013/01/picture-polish-new-collaboration-shades.html Olha tem um esmalte ai que chama Mallard, nãoé o sobrenome de vocês?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsss, que bacana, Lud. Bem, este é o sobrenome do Jean, eu como mulher moderrrrna, rsss, não quis colocar o nome do marido. Foi mais prático, apesar de o sobrenome dele ser lindo. Deixa para o nosso filho, não é?

      Excluir
  17. Kathleen que viagem linda! Essa é a viagem dos meus sonhos, adorei as dicas e espero um dia usá-las. Um Beijo e muitas felicidades ao casal!

    http://fabi-anselmo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fabi, muitas felicidades para vc tb! Certamente, você terá oportunidade de usar minhas dicas, assim espero, beijos!!!

      Excluir
  18. Jeanne Fontenele06/02/2013 18:27

    Olá Kathleen,

    Em que hotel vc ficou hospedada? Gostou? Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, Jeanne, como eu tinha seis meses para resolver apto, móveis, casamento e lua de mel, tive a ajuda de agente de viagens. Ela me deu opções, eu pesquisei os reviews no tripadvisor e, como estavam bons, eu fechei com o Blackston Opera. Ela me avisou que os hoteis tinham fotos maquiadas e era verdade! A fachada e recepção eram iguais ao site, mas o quarto... Dois anos depois, o hotel foi decaindo e tendo tantos comentários horríveis que acabou fechando para reforma e mudando de nome. Hoje ele é o http://www.legrey-hotel.com/ e é super bem pontuado no tripadvisor.

      Masssssssssss,com o conhecimento que eu tenho da cidade hoje, eu ficaria:

      Com orçamento até 150 euros - http://www.hotelcecilia.com/en/
      super master localizado (com vista para o arco do triunfo), excelentes reviews e preço ótimo para Paris!

      Com orçamento mais caprichado (em torno de 250 euros) - http://www.paris-hotel-brighton.com/en/ no lugar mais fantástico que eu acho que é de cara com as Tulherias.

      E, se eu fosse Rhyca, Phyna, cheia da grana (este dia há de chegar...) eu definitivamente ficaria no http://www.lemeurice.com/ tambem na cara das Tulherias.

      Não pega nada que custe de 120 euros para baixo; ou vai ser muito ruim ou muito longe!

      Um beijo!!!


      Excluir
  19. Que tudo Kate!!! Adorei!
    Passei praticamente o dia todo no seu blog, e essa foi uma das melhores postagens!
    Obrigada por compartilhar tantas coisas gostosas, experiências, etc.!
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Érica! É tão gostoso quando a gente acha um blog com o qual se identifica e fica lendo todas as postagens antigas! Eu também faço assim... Adorei saber q vc curtiu!!! Bjos

      Excluir
  20. Nossa... simplesmente adorei este post!!!!! Muita dica legal... ainda bem que te achei antes de viajar! Te descobri hj, pelo face, atraves de uma amiga e estou adorando o blog... lendo vááááárias postagens. Vou casar em breve e este já está na minha top list de blogs! Muito obrigada pelas dicas e vou aproveitá-las muito na próxima viagem... que sabe de lua de mel! Bjos e mais sucesso!!!

    ResponderExcluir
  21. Nossa... simplesmente adorei este post!!!!! Muita dica legal... ainda bem que te achei antes de viajar! Te descobri hj, pelo face, atraves de uma amiga e estou adorando o blog... lendo vááááárias postagens. Vou casar em breve e este já está na minha top list de blogs! Muito obrigada pelas dicas e vou aproveitá-las muito na próxima viagem... que sabe de lua de mel! Bjos e mais sucesso!!!

    ResponderExcluir