24 de abril de 2012

Recebendo a família do marido pela primeira vez

Esta é uma prova de fogo que toda recém casada vai passar, logo no início do casamento. Tentei achar as fotos da minha vez, mas não achei... Estranho... Não eram fotos trabalhadas, ao estilo que tiro hoje, mas não costumo jogar nada fora... Bem, vamos a dicas sem fotos!

Quando a família do Jean veio aqui, foram 14 pessoas. No finalzinho, a minha cunhada falou: "Missão cumprida, que alívio, hein?" Eu concordei com a cabeça e sorri.

Não fiquei nervosa no dia, mas eu sou muuuuuito perfeccionista e, como era totalmente sem experiência, achava que tudo tinha de estar pronto de imediato. Hoje, bem mais descolada, posso dizer que não é assim. E vou dar umas diquinhas para quem ainda vai passar por isso:



1 - Eles não vão chegar na hora marcada.
Eu estava louca no dia, correndo para deixar tudo pronto até a hora marcada e... Eles só começaram a chegar 1 hora depois. Acontece. Aproveite para se arrumar e coloque uma música para relaxar. Aliás, deixe uma música ambiente em volume bem baixo durante toda a reunião.

2 - Mostre que você é uma dona de casa caprichosa
No geral, parentes próximos como são a família do marido, vão querer ver a casa de vocês, como ficou a decoração e, possivelmente, vão entrar em todos os ambientes. Prepare-se para isso e arrume tudo. Quartos bem arrumados, colcha nova nas camas, banheiros impecáveis e um belo arranjo de flores. Eu tenho aqueles aromatizadores de ambiente, aqueles bonitinhos que tem as varetinhas sabem?  E além disso, borrifo uns aromas extras minutos antes da hora marcada para os convidados começarem a chegar.

3 - Para as iniciantes na arte de receber, marque um lanche à tarde
Convenhamos, um lanche é muito mais simples do que um almoço e, principalmente, mais fácil do que um jantar. Menos chance de errar, mais fácil de agradar, mais barato e muito mais prático. Só ofereça um almoço ou jantar quando você estiver bem treinada.

4 - Escolha um cardápio simples e descomplicado
Não me lembro de tudo o que servi quando recebi a família do Jean. Lembro que eram coisas simples: como tinha crianças, teve mini cachorros quentes; teve biscoito de 4 queijos... O resto me esqueci, mas tinha mais umas duas ou três variedades. E teve também a tartelete de frutas que comi em Paris: trabalhosa de fazer, me exigiu várias horas de trabalho e muita coragem (que aliás, não me falta) pois nunca tinha feito a sobremesa. Hoje, eu não faria novamente. Compraria algo pronto (como macarons) ou faria algo mais simples (como uma sobremesa de tacinhas).

5 - Você não precisa cozinhar tudo o que for servir
Tudo bem que é bom fazer pelo menos um prato, para que todos saibam que você é uma esposa prendada, que está tratando bem o maridinho. Mas, não sejam bobas como eu que fiz tudo. Bobagem! O interessante é mostrar que você sabe receber e isso implica não somente no cardápio, mas também na decoração e, principalmente, nos detalhes.

6 - Capriche nas bebidas
Mesmo para um lanche à tarde, é interessante ter bebida alcóolica (os homens não vão tomar suco...). Cerveja é interessante; um vinho frisante também. Se tiver crianças, tenha refrigerante. Sirva dois tipos de sucos diferentes em jarras (nada de caixinhas de suco na mesa, use os seus presentes de casamento).

7 - Lave sempre taças e talheres a mais
Se eu vou receber 6 pessoas, lavo sempre 8 taças e talheres. Se vou receber 10, lavo 13 peças. E por aí vai. Porque as pessoas deixam cair um garfo no chão, tomam um suco em uma taça e depois querem trocar de bebida (e de taça).

8 - As pessoas não precisam comer no mesmo minuto em que chegam na sua casa
Relaxe. Deixe a reunião fluir. Assim que as pessoas chegarem, cumprimente-as e deixe que todos se acomodem ou olhem a casa com calma. Se estiver com algo no fogo ou no forno, peça licença e vá para a cozinha. Depois ofereça uma bebida. Deixe o papo fluir e depois comece a servir com tranquilidade. 

9 - Tenha o seu marido como seu maior parceiro
Seu marido precisa ser 100% cooperativo neste dia. Ele precisa ajudar a deixar todos à vontade, servir as pessoas, te ajudar a retirar copos ou louças a fim de servir outras coisas. Converse antes com seu marido e combine isso. Nada dele ficar batendo papo e tomando cerveja enquanto você se mata servindo todos.

10 - Tente aproveitar o momento
Eu não aproveitei nada. Focada o tempo todo, estressando com o que não precisava. Tente não ser como eu. Não é fácil, mas tente.


É isso, meninas. Se o tempo voltasse e eu tivesse naquela ocasião a experiência que tenho hoje, teria feito algo parecido com a recepção que fizemos para a Neide (veja neste link). Uma recepção tranquila, com comidinhas sofisticadas e ao mesmo tempo fáceis de montar, ótima bebida  e sobremesa comprada! É isso aí! Depois me contem como foi com vocês!


Um big beijo,






8 comentários:

  1. Kate, parabéns pelo blog!


    E pelo maravilhoso post!


    Super bjs Josy

    ResponderExcluir
  2. A visita dos meus sogros para um jantar será nessa quinta-feira.
    Vou fazer um jantar simples, mas espero agradar!

    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Essas dicas são ótimas...fiz igualsinho você está descrevendo aí...
    No início do nosso casamento recebemos muitos familiares e amigos
    e e amiga aquí caprichava sempre...quer dizer até hoje adoro receber
    em minha casa e faço tudo com muito carinho.
    Bjinhus.

    ResponderExcluir
  4. Oi Kate, tudo bem? Eu adoro esse tipo de post que você faz. Suas dicas são sempre boas!

    Menina, vou te contar como foi pra mim. Eu não tive opção de escolher um lanchinho. Meus sogros, tias, tios, amigos meus e do marido, minha família, enfim, todas as visitas que tivemos vieram para Curitiba para passar o final de semana (todos dormiam lá em casa, sempre foi no mínimo 2 pessoas, em algumas vezes chegando a 4 pessoas). Motivo? Todos moram fora, ou seja, eu tive que preparar café da manhã, almoço, lanche, jantar. Claro que eu não fazia isso todos os dias, se as visitas chegam numa sexta a noite, no sábado ou no domingo a gente saia pra almoçar fora, ou jantar, mas era inevitável que num total de 2 ou 3 dias de estadia eu tinha que fazer as refeições completas. Optei por fazer strogonof, bife a milanesa, macarrão... abria uma champagne, um vinho (não tomo mas sempre tenho pra agradar as visitas...rs), e graças a Deus agradei a todos. Pra sobremesa eu optava por pudim (esse eu aprendi rápido)ou outra que você bem fácil de fazer... e o marido as vezes fazia bolo (esses de mistura pronta) e um suquinho natura de laranja pra ficar a disposição se caso alguém sentisse fome. Abastecia as bombonieres com balas e bombons. A mesa do café era sempre farta, com iogurte, frutas, pães, frios...

    Dá trabalho, mas quando você é elogiada tudo vale a pena né?

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba!!Muito trabalho, mas conhecendo vc como conheço pelo blog sei que tudo ficou perfeito e super caprichado!Bjus!

      Excluir
  5. Dá um friozinho na barriga, mas é muito bom, né!Acho a idéia do lanche ótima e no meu caso fiz assim!Bjus!!

    ResponderExcluir
  6. Dicas preciosas para as recém-casadas,PARABÉNS.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo Blog,

    Gosto muito de suas dicas e receitas. Vou me casar no final do ano e sou péssima na cozinha, mas o passo a passo das receitas me ajudam muito!

    Beijos
    Obrigada pelas dicas!

    Cáá

    ResponderExcluir