29 de março de 2012

O momento certo de ter um filho

Fotos: offbeatmama.com, en.wikinoticia.com

Antigamente, lá no tempo das nossas avós, era fácil a decisão de ter um filho. Na esmagadora maioria das vezes, casava-se e engravidava-se o quanto antes. Nos tempos modernos, os casais pensam mais, ponderam diversos aspectos e têm adiado esse momento. Eu e o Jean fazemos parte desse grupo.

Na verdade, até hoje não se pode dizer que estamos prontos. É até engraçado para as pessoas verem nossa cara de susto quando o tema vem a tona. Minhas amigas riem ao ver minha reação. Percebe-se claramente que o assunto ainda não amadureceu na minha cabeça. Na verdade, a maternidade me interessa, o "estar grávida" é que não me encanta. Se houvesse maneira de pular esta etapa e já partir para o filho pronto... Talvez esse seja um dos vários motivos que fazem com que a adoção seja um tema que me agrade tanto. Espero ter boas condições no futuro para adotar uma criança, mesmo que tenha um filho gerado por mim.

Penso que três temas principais são ponderados pelos casais na hora de decidir ter ou não ter um filho:

Ter um filho custa muito caro - Chega a ser hilário o custo de ter um filho nos dias atuais. Berçários e escolinhas com mensalidades iguais a de uma faculdade, babás que cobram verdadeiras fortunas. Não muito tempo atrás, ouvi horrorizada o relato de um conhecido, que contratou uma babá para os três primeiros meses de vida do seu bebê, para trabalhar de segunda a sexta, período diurno, por 5 salários mínimos mensais (What???!!!). Ele me falou que esse era o preço que todos os que ele conhecia pagavam e que, após os três meses, o valor seria 3 salários mínimos mensais. Uma amiga minha, que é administradora de empresas e que também ouvia o relato, disse: vou largar o meu emprego e virar babá!

Filho x Carreira - É fato que as mulheres estão adiando a maternidade por causa da carreira. Algumas esperam ser promovidas para decidirem ter um filho; outras não engravidam porque foram promovidas; outras estão em transição de carreira e/ou empresa e não é prudente ter um filho nessas condições. É uma questão realmente complicada. É preciso achar o ponto de equilíbrio entre o comprometimento com a empresa e o planejamento familiar.

Ter filhos antes ou depois dos 35 anos - A maioria dos médicos diz que o ideal é ter filhos antes dos trinta e cinco anos de idade. Para justificar, citam as probabilidades, as estatísticas de riscos genéticos... Sei...Rsss. Sinceramente, prefiro apostar nas probabilidades de Deus e nas estatísticas Divinas! Já vi muita menininha de vinte aninhos tendo filhos com deficiências e também já vi muita trintona/quarentona tendo filhos perfeitamente saudáveis. Também já vivi muito para entender que, por mais que tentemos puxar a vida para um lado ou outro, no final, vai ser o que Deus quiser e, além disso, tudo o que tem de ser, é!




No final das contas, a conclusão que chego é que se você for pensar no quanto custa ter um filho, você jamais o terá; se for esperar o momento em que sua carreira estará no auge ou estabilizada, também não terá, porque a carreira é muito dinâmica. Não existe fórmula certa para indicar a idade certa. O que realmente existe é o momento certo. E o momento certo independe de dinheiro, de emprego, de idade; depende do casal sentir que é a hora. E, realmente, para mim e para o Jean esse momento ainda não chegou.




29 comentários:

  1. Kate esse assunto para min é complicadissimooooo,nunca falei disso com ninguem vai ser meio que um desabafo, mais não tenho a minima vontade de ser mãe as vezes acho um pecado enorme por pensa assim, por vvvvvvvvvarios motivos:grana,paciência,carregar aquela barriga enorme por nove meses,engordar mais ainda,e ainda uns pobleminhas de saúde que tenho e de vir a piorar af as vezes acho se quizesse ser mãe mesmo passava por cima de tudo e teria,mais tenho outro poblema meu pai cobra bastante um netinho eu só tenho uma irmã mais nova do que eu e não é casada então sobrou para que EU as vezes penso em grita EU NÃO PRETENDO TER FILHOS mais não quero magoa-los e até as vezes penso em ter só para agradalos estou super confuza já pensei em passa em uma psicologa mais é tão caro e estamos passando por crise financeiras e nen filhos temos af gostaria muito de um conselho seu uma palavra amiga,a eu tenho minha cadelinha que tenho ela como uma filha as vezes as pessoas falam que sou louca porque trato ela como filha kk ela tem tudo vestidinho,lacinho,sapatinho levo na pracinha para passear eu amo a NINA se isso é loucura eu adoro ser louca.beijinhos espero um conselho seu,OBRIGADA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carmem, queridaaaaaa, jamais tenha um filho para agradar os outros! Jamais! Tenha porque quer, deseja e está a fim!

      Te entendo perfeitamente, carregar barriga não é o que eu acho o mais legal no mundo, mas acho que devemos abstrair e perceber que não carregamos uma barriga e sim, geramos uma vida! Não parece bem mais bonito?

      E, se você é louca por amar sua Nina, eu também sou louca por amar o meu Bruce e o meu Sadan, meus filhos lindos.Que loucura maravilhosa!

      Mas, pense um pouco: se você é capaz de amar tão intensamente uma cadelinha, é pq a maternidade está dentro de você, a dedicação e o amor de cuidar de um ser que depende exclusivamente de você. Quem sabe, você ainda não será uma excelente mãe para um netinho do vovô? ;)

      Excluir
    2. OBRIGADA Kate, tenha um maravilhoso final de semana.

      Excluir
  2. Kate,

    Eu e o Leandro estamos com quase 7 anos de casados e este assunto nos assusta também, até mesmo porque envolve vários fatores, como você mesma citou acima. Estamos numa fase que quase todos os amigos estão grávidos, são papais de 1ª ou 2ª viagem e nós os titios de plantão. Não uso mais contraceptivo, deixei vir de surpresa, mas a ideia de adoção também me fascina muito, acho uma atitude super íntegra, acolher e amar uma criança que não foi gerada por nós. Bom vamos ver no que vai dar, certo? Ah, em maio completo 35 anos e não me apavoro com o terror psicológico da minha ginecologista...rsrs

    Beijos querida!!!!

    ResponderExcluir
  3. Nossa Kate,estou escrevendo um post sobre esse tema...

    Eu tenho um ano de casada e as pessoas sempre nos questionam sobre termos um filho...acredito que primeiro temos que está bem resolvidos como homem e mulher pra depois colocarmos uma criança no mundo, o que vai limitar bastante nossa relação de marido e mulher,já que vamos passar á nos dedicar mais a criança...por esse e outros motivos quero esperar mais um pouco,mesmo que o marido já queira um filho agora.

    Ótimo fim de semana.
    Bjinhus.

    ♥ Tami ♥

    ResponderExcluir
  4. Amiga, com certeza se vc for parar para ficar pensando, vc nunca vai ter um filho! É caro, é trabalhoso, é cansativo, mas compensa tanto. É um amor tão diferente de tudo o que vc já viu e sentiu! Não pule a etapa de 'estar grávida'. É o momento mais gostoso da vida ter um bebê dentro de vc. Antes de ter a Luisa, eu sempre achava que não era hora, pensava nas viagens que não poderia fazer mais, nas noitadas que não poderia ir mais, nos 'amigos' que iria me deixar para escanteio... tudo isso mudou depois que sofremos um acidente de carro indo para a casa dos meus pais. Eu esperei tanto para fazer as coisas, inclusive ter um filho e naquela noite eu percebi que a vida não espera pela gente. Aí veio a Luisa, faço o que temos vontade e percebi de novo que a Luisa não é empecilho para nada. Viajamos, saímos com nossos amigos, namoramos... tudo o que temos que fazer é se adaptar a nova rotina de ter um serzinho lindo ao nosso lado. bjo

    ResponderExcluir
  5. É amiga, vc disse tudo!
    No final será quando Deus quiser.
    No meu caso foi assim...fiquei sem tomar remedio e nao engravidei e quando voltei a tomar...pimba! rsrs
    E pior que ja estamos juntos a 6 anos e sempre tomei remedio, só que mudei pra um mais forte ano passado...

    Ahhhh eu entendo quando vc diz:pular pra parte de ter logo o filho aqui...
    é um pouco dificil estar gravida!rs
    Eu nao vejo a hora de chegar novembrooo!hehe
    Mas tbm sei q temos que curtir esse momento agora...


    ahh e quando seu baby estiver pronto pra vir,virá e na hora certa! e será muiiiito lindo igual a mãe!


    Bjoss

    ResponderExcluir
  6. OLA KATE,EU AMO SEU BLOG ENTRO TODO DIA PRA VER SE TEM COISA NOVA,E HOJE DESCIDI QUE TAVA NA HORA DE COMENTAR AQUI!!BOM,QUERO DIZER QUE TENHO 24 ANOS E TENHO UM FILHO DE QUASE 4,AMO MEU FILHO MAIS QUE TUDO E SEMPRE QUIS TER FILHO NOVA(QUANDO ELE TIVER MAIOR AINDA VOU PODER CURTIR UM POUCO,KKKK)MAIS TAMBEM QUERO DIZER QUE A MELHOR PARTE PRA MIM FOI A GRAVIDEZ(DEPOIS DOS 3MESES E CLARO)O RUIM MESMO FOI O PARTO,POIS QUERIA NORMAL E ELE ERA MUITO GRANDE MAIS DE 4K ENTAO FOI DE CESARIA MESMO;MAS DEPOIS ATE ACHEI MELHOR,SE AS CONTRASOES JA ERAM RUIM IMAGINA O PARTO ATE O FINAL,NAO PRETENDO MAIS TER FILHOS,MAIS SINTO UMA FALTA DE ESTAR GRAVIDA...E QUANTO AOS CUSTOS DA PRA IR GUARDANDO DINHEIRO NE? E TAO BOM TER UM FILHO, DAR DE MAMAR, VE-LO FALAR MAMAE PELA PRIMEIRA VEZ,VE LO ANDAR..E TUDO TAO BOM ATE O RUIM FICA BOM QUANDO SOLTAO UMAS PEROLAS QUE SO OUVINDO....E UM AMOR VERDADEIRO E INCONDICIONAL,QUE VC NAO VAI SENTIR POR NINGUEM MAIS..ENFIM MARAVILHOSO..NAO FIQUE PENSANDO NAS COISAS RUINS OU DIFISEIS,PENSE NA PARTE BOA.TENHO CERTEZA QUE VC VAI ADORAR!!UFA FALEI DE MAIS NE?KKKRSRSRS BJSS MEU FILHO AMA A SUA SOPA,E A UNICA COISA QUE ELE COME SEM RECLAMAR!!RSRRSRS PAMELA SANTOS!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha que vc está me animando, hein? Rsssssss.

      Vamos ver como Deus encaminha as coisas! Um beijo, adorei seu relato!

      Excluir
    2. QUE BOM QUE GOSTOU,FICO FELIZ...PENSEI QUE TINHA FALADO DE MAIS....RSRSR...MAS CONSERTEZA E MELHOR ENTRGAR NA MAO DE DEUS SEMPRE,ELE QUE SABE O QUE E MELHOR PRA NOS!!BJSS ATE A PROXIMA..PROMETO NAO ESCREVER TANTO DA PROXIMA VEZ!!KKK PAMELA SANTOS

      Excluir
  7. Nossa Kate..esse seu post parece que foi pra mim!!eu casei a um ano e meio, e o que mais ouvimos desde então, são as cobranças por filhos!! Eu e meu marido ainda não estamos empolgados para isso..não que não vamos querer ter, mas é q nesse mundo doido d hj, essa não é uma decisão fácil..temos q abrir mão d tantas coisas por um filho, e acho que queremos curtir ainda um ao outro somente!! Depois do filho tudo muda, e aproveitar essa fase de só o casal tbm é importante!!Não queremos atropelar as coisas, uma coisa d cada vez!! Deus vai nos mostrar o momento certo..
    um super beijo,Aryana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aryana faço das suas palavras as minhas,sou casada há 2 anos e as cobranças são grandes,acho um desrespeito esse tipo de pressão afinal cada casal sabe seu tempo.Também acredito que Deus mostrará o tempo certo.

      Excluir
  8. Olá Kate... sempre corro aqui pedindo um conselho, uma ajuda, como disse várias vezes suas palavras me confortam tanto...
    Também não sou mamãe, sou casada 3 anos e esperei em primeiro lugar encerrar aquela conta off que graças a Deus encerra neste mês!!!! Mas já surgiu um outro medo que é de comprometer a carreira, agora que está indo tão bem eu poderia investir em cursos, adquirir um outro carro, juntar grana para um ap. maior... enfim investir um pouco em mim também... mas todas falam que para ter um filho a vida financeira não pode estar um caos mas é ilusão achar que tudo tem que estar mil por cento... além do que minha irmã disse que filho não é igual casamento que sentimos confiança mil por cento e seguimos em frente, filho até os mais planejados e desejados a hora que dá positivo o frio na barriga é inevitável...

    Mas você é tão linda e jovem, vocês formam um casal muito bonito e feliz, tenho certeza que um filho será uma benção na sua vida e mesmo não te conhecendo pessoalmente sei que será privilegiado esse bebezinho... Deus te abençoe e te ilumine e que seja feita a vontade dele na sua família!

    Tenho certeza que você será uma mãe perfeita e o blog ficará ainda mais recheado com dicas de comidinhas, look do dia, tema de festa infantil, como escolher a escolhinha perfeita... enfim... estou na torcida para que a sua família seja MUITO feliz!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, que tudo o que você me desejou aconteça!!!

      Excluir
  9. Nossa tenho que expor um pouco meu sentimento aqui rs.

    Li tudo que esta escrito aqui e posso dizer que cada palavra serviu para mim.
    Tenho um ano de casado e ele quer ter um filho de qualquer forma,esta tentando me convencer e acho que esta conseguindo.
    Então, até quero ter um filho apesar que o meu maior impecilho é o medo mesmo.Tenho 30 anos e escuto muitas cobranças do tipo, ja esta na hora e tal...
    É bom saber que existem vários casos iguais ao meu porque estou em uma duvida muito grande,
    Vou entregar nas mãos de Deus e se tiver de ser, será.
    Bjosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tou no dilema parecido com o seu, tenho 27 anos e tou muito na duvida se engravido quero conseguir um emprego 1º mas ta um pouco complicado mas vou fazer que nem vc vou entregar na mão de Deus e .

      Excluir
  10. ai kate! e tao bom ter filho ta gravida nossa e a melhor coisa da nossa vida, poe na mao de deus que tudo da certo ta, nao olhe isso de idade a mulher do irmao do meu marido tem 45 anos teve bebé heim outubro e ta bem nao aconteceu nada viu amooo seu blog ... bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos torcer para que Deus queira que eu tenha um bebe, não é? Eu e o Jean estamos já bem amadurecidos na decisão, apesar de ainda não termos começado a tentar.

      Excluir
  11. Oi Kate, gosto muito do seu blog, mas não concordo em nada com o que você disse sobre os médicos, a palavra "justificar" que você usou sobre ter filhos antes dos 35. Primeiro que eles não justificam nada, são fatos estudados e fundamentados. Meu namorado é médico e você pode ter certeza que quanto mais velho o óvulo, maior a PROBABILIDADE de acontecer erros. É claro que existem mães 40 com filhos saudáveis e com 20 com problemas, mas são casos isolados que não ilustram a realidade no geral. Há estudos e tabelas no que dizem a certas doencas e os riscos aumentam proporcionalmente à idade. O risco obviamente é maior, ma é claro que não é uma regra. Beijo, Kate!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bárbara, muito pertinente o seu comentário, mas eu não discordei dos médicos; na verdade, o verbo justificar é um bom verbo; eu quiz dizer que eles justificam para nós, leigos, através de argumentos lógicos e comprovados cientificametente, que é melhor ter filho antes dos 35. E completei que eu prefiro apostar nas probabilidades divinas, já que decidi ter filho após os 35. É um texto que expõe uma opinião muito particular minha, baseada nas minhas crenças e valores de que tudo acontece do jeito que Deus quer, na hora que tiver de ser.

      O grande teor do texto é que cada casal deve escolher o tempo certo de ter o seu filho; nem é sobre questionar a medicina... Quem sou eu para questionar a medicina.

      Um beijo e obrigada por sua contribuição!

      Excluir
  12. Acabei de ler todos os comentários e deixo aqui minha opinião...sou mãe de três filhos, uma sequência de ano e 10 meses cada um ... na verdade eu não pensei em tudo isso que foi falado e sim no grande desejo latente de ser gerar um filho e que emoção és...e ai aconteceu, foi um divisor de águas na minha Vida, nunca havia cuidado de uma criança pois fui tia muito cedo e fiz tudo junto com o meu esposo, revezando nas tarefas pois nossos pais moram em outra cidade , ou outro estado, sempre trabalhei, amamentei, aliás esta dádiva é o encontro com Deus na Terra, é mágico estes momentos,enfim vencemos em meio a tantas tribulações, hoje eles estão com 9, 7 e 5 e a cada momento de homenagem na escolinha, ai percebe-se o quanto vale a pena e como Deus abençoa os lares que tem as crianças, elas nos ensinam a cada dia renascer os sentimentos mais nobres da nossa caminhada aqui na Terra, ah sempre quando ficava preocupada pensava nas palavras carinhosas da minha saudosa vozinha que dizia : "enquanto houver crianças nascendo na Terra é sinal que Deus ainda confia nos homens ",pense nisso... e também penso em adotar quando eles ficarem na adolescência, Deus proverá... parabéns pelo carinho e dedicação ao blog, com certeza como Mãe será cada dia melhor, um maravilhoso ano de grandes conquistas e um abraço carinhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jacqueline, por um acaso estou online agora e lendo seu comentário imediatamente. A verdade é que ter um filho depende de muitos fatores, considero o maior deles o financeiro.Eu realmente sou muito racional neste ponto e não tive coragem de cogitar ter um filho em um momento em que estávamos començando a vida (ainda estamos, mas mais estabilizados) e também em momentos nos quais eu decidi que precisava mudar de emprego. Acho que seria uma irresponsabilidade, pois nós e a criança poderíamos passar por privações. Atualmente, eu e o Jean estamos com quase 3 anos de casamento, uma vida profissional mais estabilizada e condições financeiras mais equilibradas para ter um filho. Acho que é essa conjunção de fatores que ajuda na decisão. Agora, resta saber se é da vontade de Deus que tenhamos este filho. Se for, será maravilhoso e em poucos meses vamos tentar. Se não for, aceitaremos com tranquilidade e tentaremos uma adoção. Seja feita a vontade de Deus. Um beijo e adorei o seu comentário. Vamos ver o que Deus nos reserva!!!

      Excluir
  13. Esse é um tema muito controverso.

    Se a mulher e o homem não possuem nenhum problema de saúde que dificulte a concepção, acho válido esperar um tempo maior pra aproveitar a casa, o marido, firmar o casamento e curtir um ao outro.

    Mas se há qlq tipo de problema de saúde, aconselho sempre a correr. Pode ser que venha rápido, mas é bem provável que demore e muito. O pior é que quando se quer, o tempo parece correr, ou melhor, voar e a idade da mulher influencia contra a concepção e uma gestação tranquila...

    Só quem tem problemas é que sabe como é ruim ver todo mundo engravidando, menos a gente....

    Dificuldades.... isso a gente dá um jeito, se não podemos dar tudo, melhor, damos o que podemos.... o importante é que haja amor e paciência. é só isso que um bb precisa... o resto a gente dá um jeito.

    ResponderExcluir
  14. Estou nova no meu relacionamento ( moramos juntos) e estou com uma vontade imensa de ser mãe, porém penso que estamos juntos só a 6 mêses, que ainda sou nova (18 anos), que ainda estudo e ainda não trabalho. Todas essas questões vem em minha memória e não faz com que eu consuma o fato de "tentar" uma gravidez, aí acabo desistindo da idéia, mais a vontade é grande!

    Ainda serei mãe se Deus quiser, porém não quero me precipitar e depois acabar afetando a vida de um filho meu.

    Feliciades para você, boa sorte!

    ResponderExcluir
  15. Esse texto caiu muito bem pra mim...Sou casada oficialmente há um ano e meio, mas nosso relacionamento já dura 7...Com 18 anos tive um aborto espontâneo e desde então fiquei todos esses anos esperando o homem certo, a idade certa, ter uma casa, ter um emprego, ter dinheiro...E hoje com 30 anos vejo que é difícil mesmo chegar no momento que a gente sonhava ou esperava estar...Acho que tem que curtir o casamento, tentar ter uma estabilidade financeira também, mas enfim...ficar postergando porque quero uma casa maior, um carro melhor ou um salario maior...Decidi que isso não vai mais pesar pra mim...porque quando tinha 18 achava que com 30 teria mais coisas, mais dinheiro...e nada aconteceu como esperava, 100%. Hoje tenho um teto pra morar, temos emprego e nossas familias lindas nos ajudarão com certeza...Decidimos que vamos parar com a pilula em dezembro deste ano, e que seja de acordo com a vontade de Deus... Minha vontade de ser mãe é muito grande, e um filho nos traria muita alegria!!!

    ResponderExcluir
  16. Acho um desrespeito cobrarem um casal para ter filho + também acho um desrespeitos pessoas ficarem falando mexe com filho agora não, tem q ter mais dinheiro etc, se fosse para vc pensa dessa forma primeiro nem casar ia pq duvido se nem uma aki passo um apertinho p/ isso + tem o querer ou não, se sim Deus suplica a necessidade de cada um. Acho que as pessoas estao entrometendo muito na vida dos outro, cada um sabe o que é melhor pra ele...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também concordo, estou muito confusa no momento quero muito ter um filho mas sempre tem o trabalho, a faculdade, entre tantas coisas que esta impedindo que eu realize essa minha vontade, vou deixar rolar estou relaxada com o remédio acho que se eu não quisesse filho agora eu ja estaria gravida, as vezes a surpresa é melhor do que planejar.

      Excluir
  17. Oi Kate boa tarde, bom tenho 21 anos sou casada a 8 meses e meu marido quer um filho se possível pra ontem, mas tenho medo pq a gente tem brigado muito ultimamente, e sei lá acho q se tivermos um filho agora será bom pq assim estarei dando a ele o maior presente que ele quer na vida, por outro lado não sei acho que colocaríamos toda a responsabilidade de trazer felicidade em um ser pequenino, e tbm tem a familia dele que quer muito pq o irmao dele tem um bebe de 4 meses que ninguem pode sequer pegar no colo, acho q se eu arrumasse agora estaria fazendo a vontade de todos eles mas a minha não. Pq filhos é pra sempre não igual vc comprar uma roupa enjoar e descartar, né, então tenho medo, mas ao mesmo tempo morro de vontade de ser mãe sempre quis ter um barrigao, comprar roupinhas, arrumar o quartinho, mas agora estou com medo, o que vc acha que eu devo fazer Kate???
    Minha mãe acha que devo esperar sabe acabei a faculdade agora no fim de 2014 e ela acha que devo descansar aproveitar um pouco, mas meu marido não gosta de sair pra nada, ama o sofá então esperar pra aproveitar o que???
    obs: já comprei tudo pra quando ficar grávida e fazer uma surpresa ao meu marido. rsrsrs no fundo no fundo eu quero e muito ser mãe, mas tenho medo...

    ResponderExcluir