14 de outubro de 2011

Compras em Barcelona, as golondrinas e Gaudí

A primeira parada do dia foi na Carrer Girona, pertinho do hotel. A Carrer Girona é uma rua onde estão localizados vários outlets.


São dois quarteirões entre a Gran Via de les Corts Catalanes e a Carrer Ausiàs Marc com pontas de estoque e lojas de fábrica. A mais conhecida delas é a Mango Outlet.




Os preços são especialmente bons (em algumas lojas, 50% abaixo do valor de etiqueta) e os produtos são de qualidade. Aos poucos, fui juntando sacolinhas...





A outlet da Mango é, sem dúvida, a melhor da rua. São muitas calças, casacos, vestidos e blusas. É uma loja para ficar muito tempo, experimentando e escolhendo com calma. Mas, por mais que o Jean seja um anjo e espere pacientemente (tal como o meu pai) nos sofás das lojas, fico com pena e sempre procuro agilizar o máximo que posso.





No caminho de volta para o hotel, que fizemos à pé, atravessamos a Gran Via de les Corts Catalanes, uma avenida linda e larga.






Deixamos as compras no hotel e seguimos para a progamação do dia. Fizemos tudo o que foi proposto mas, como queríamos passear de barco, fomos ao porto primeiro e fizemos o roteiro abaixo ao inverso, começando do mar e indo até a avenida diagonal.


A)    HOTEL
B)    CARRER DE GIRONA
(Mango Outlet - nº 37, seg a Sab 10 às 21)
      C)    AVINGUDA DIAGONAL
      D)    LA PEDRERA
      E)    PASSEIG DE GRACIA
      F)    CASA BATLLÓ
      G)    ZARA
      H)    MANGO
      I)      PLAÇA CATALUNYA
     J)    CARRER DE PELAI
     K)   AVINGUDA DEL PORTAL DE L’ÀNGEL
     L)     LA BOQUERIA
              LAS RAMBLAS
     M)   GRAN TEATRE DEL LICEU
     N)    PALAU GUELL


Pegamos o metrô e descemos na estação Barceloneta e fomos seguindo a orla, para almoçar antes de sair no barco.







Fomos novamente almoçar no Les Quinze Nits, que estava lotado. Almoçamos na parte interna e pedimos um cardápio bem leve.








Salada de kani com laranja, filé com fritas e de sobremesa, profiteroles.





Seguimos então para o porto, onde estavam as Golondrinas. São dois tipos de passeio. Um com 35 minutos, em um barco mais tradicional, à esquerda da foto abaixo, do qual algumas pessoas estão descendo. O passeio no barco grande, que nós fizemos, dura 1 hora e meia. 





O vendedor nos perguntou antes de compramos: "o mar está um pouco moído, pode ser?" Ok - respondemos. E eu pensei comigo mesma: "Tranquilo, acabamos de almoçar agora, vai ser ótimo, rssss."









O passeio começou tranquilo, mas logo vimos que o mar estava muito, muito moído, e o barco subia e descia conduzido pelas ondas e, em alguns momentos, pensei que estava dentro de um liquidificador. Mas, foi gostoso, uma leve montanha russa no mar e não passamos mal, deu para curtir.





















E agora, subir as Ramblas. Passamos logo no início pelo Palau Güell, que fica em uma perperdincular às Ramblas. O Palau foi construído entre 1885 e 1889 por Gaudí para Eusebi Güell, seu principal cliente e mecenas.








Logo à frente, nas Ramblas, o Gran Teatre Del Liceu.






As Ramblas são um caos organizado. Uma grande muvuca de turistas. Vê-se de tudo. Artistas, flores, bichos e alguns seres não identificados...









Chegamos à praça Catalunya, ponto de encontro das vias comerciais, local de parada dos ônibus do aeroporto e ponto de saída dos ônibus para o outlet La Rocca Village.






Na Catalunya ficam dois prédios do shopping El Corte Inglês, no qual as lojas são todas abertas, sem divisões entre si, uma proposta bem legal. Os preços são diversos, mas nada extremamente caro.







Dica: nós não fomos, mas da Praça Catalunya saem duas ruas (CARRER DE PELAI e AVINGUDA DEL PORTAL DE L’ÀNGEL) que fiquei sabendo que possuem várias lojas de roupas baratas.


Chegamos à Rua mais chique de Barcelona, a Passeig de Gràcia! Lojas lindíssimasssss!









Na loja da Swarovski, ai ai, fui presenteada pelo meu maridão, com um colar destes famosos cristais; lindo! Uhhh, que empolgação, mal vejo a hora de usá-lo! AMO (o marido e o colar)!




No nº 43 da Passeig de Gracià está a Casa Batllô, mais uma obra de Gaudí, com arquitetura  surpreendente e fascinante. Foi construída entre os anos de 1875 e 1877. O interessante é que o edifício não foi construído do zero, Gaudí foi contratado para reformar uma edificação existente e conseguiu chegar a este resultado. Em Barcelona, a casa é conhecida como A Casa dos Ossos, devido ao formato dos balcões exteriores, que se lembram um crânio.






Um pouquinho à frente, mais uma das obras primas de Gaudí: a Casa Milà, também conhecida como La Pedrera. Gaudí foi o maior nome do modernismo catalão e diversas de suas obras são consideradas Patrimônio Mundial da UNESCO, assim como La Pedrera. A casa fica no nº 92 da avenida Passeig de Gràcia. O edifício é uma grande escultura, com sua fachada ondulada e formas arrebatadoras.





E após esse show de Gaudí, demos o dia por bem encerrado. Agora é metrô e comer algo leve no hotel mesmo, repondo as energias para o dia seguinte!

3 comentários:

  1. Dia de passeio muito legal! Tirando a pequena montanha russa no mar que eu iria passar mal horrores, tudo foi massa!
    Queria estar com vcs nessas comprinhas em outlets..adoroooo! rsss
    E esse anda anda, não acaba não minha filha? Trabalhaaaarrrr, já aproveitou muito. Vem embora! Já gastou e conheceu muita coisa bonita, hora de voltar para a realidade! rss
    Bjosss
    Kênia

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente uma delicia de dia!
    O menu do almolço foi maravilhoso!
    Amei o dress...
    Bj,
    Ma.

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    parabens pelo blog!
    Várias dicas legais!! Estarei indo para Barcelona e Lisboa agora no final de julho, vim conferir seu blog e já virei fã!!
    Lindas as fotos!
    Me deixaram ainda mais ansiosa para a chegada da viagem!!!
    Parabéns mais uma vez e muito sucesso para o casal!

    ResponderExcluir